Literatura Brasileira.net

Euclides da Cunha (1866 - 1909)

Euclides Rodrigues Pimenta da Cunha, orfão aos três anos, é criado por suas tias. Matricula-se na Escola Politécnica do Rio de Janeiro. Cursa a Escola Superior de Guerra. Após uma interrupção forma-se engenheiro. Mais tarde torna-se colaborador de O Estado de S. Paulo, que o envia em 1897, a Canudos(Bahia) como correspondente; fornece ao jornal as informações sobre a rebelião que lá eclodirá.

Em 1902, publica "Os Sertões", sua criação mais importante. Em 1907 publica "Peru versus Bolívia" e "Contrastes e Confrontos" em 1909, postumamente é publicada a obra "À Margem da História"

OS SERTÕES

A obra mais importante de Euclides da Cunha - Os Sertões - não é ficcional.

O autor deu a ela um caráter de ensaio sociológico. Segundo Antonio Candido:

"Livro posto entre a literatura e a sociologia naturalista, Os Sertões assinalam um fim e um começo: o fim do imperialismo literário, o começo da análise científica aplicada aos aspectos mais importantes da sociedade Brasileira

Pesquisar

Usuários On-line

Temos 9 visitantes e Nenhum membro online