Literatura Brasileira.net

Raimundo Correa ( 1860-1911)

Raimundo da Mota de Azevedo Correia nasceu no Maranhão em 1860 e morreu em Paris em 1911. Enquanto autor puramente parnasiano, suas poesias se ressentem do artifícialismo da escola, mas quando procura dar vazão a sua sensibilidade, faz o melhor de sua obra. A visão negativista do mundo e o seu subjetivismo deram certa caracterÍstica filosófica a sua poesia, embora apenas superficiaimente. São antológicos entre outros poemas: "As Pombas", "Mal secreto, "Cavalgada", "Plena Nudez".

Obras:

  • Mal Secreto
  • Sinfonias
  • Versos e Versões
  • Aleluias
  • Plena Nudez

Pesquisar

Usuários On-line

Temos 178 visitantes e Nenhum membro online