Literatura Brasileira.net

O Quinze - Rachel de Queiroz - Modernismo de 30

Primeiro Plano - Vicente e Conceição: O primeiro e mais popular romance de Rachel de Queiroz é O Quinze. O título se refere a grande seca de 1915, vivida pela escritora em sua infância. O romance se dá em dois planos, um enfocando o vaqueiro Chico Bento e sua família, o outro a relação afetiva de Vicente, rude proprietário e criador de gado, e Conceição, sua prima culta e professora.

Leia mais...

Cartas Portuguesas (Mariana Alcoforado)

As Cartas Portuguesas consistem em cinco curtas cartas de amor. Publicadas em sua tradução francesa em 1669, são supostamente as cartas de amor de uma freira portuguesa a um oficial francês.

Leia mais...

Marília de Dirceu (Tomaz Antônio Gonzaga)

Esta é uma obra pré-romântica; o autor idealiza sua amada e supervaloriza o amor, mas é árcade em todas as outras características.

Leia mais...

O Homem do Furo na Mão e outras histórias (Ignácio de Loyola Brandão)

Depois do Sol (1965) - Contos; Bebel que a cidade comeu - Romance; Não verás país nenhum - Romance; O verde violentou o muro - Reportagem; A Rua de Nomes no Ar - Crônicas.

Leia mais...

Macunaíma - Mário de Andrade - Modernismo

Cap.I - MACUNAÍMA: Relata o nascimento do herói, "preto retinto, filho do medo na noite", nascido de uma índia tapanhumas no meio da selva, Macunaíma aprende tardiamente a falar, mas, quando o faz (com 6 anos ao lhe darem água no chocoalho), tem pronto o seu bordão: "Ai, que preguiça!..."

Leia mais...

Dona Flor e seus Dois Maridos (Jorge Amado)

Jorge Amado é o autor preferido por nove entre dez leitores brasileiros. O que se deve ao fato de o simpático escritor baiano reunir, em suas dezenas de romances, uma poderosa capacidade de contar histórias a um estilo veemente e apaixonado, temperando tudo com humor vivaz e picardia erótica bem ao gosto nacional.

Leia mais...

Pesquisar

Usuários On-line

Temos 17 visitantes e Nenhum membro online